Usabilidade

Usabilidade tem muito o que falar, mas vou seguimentar em vários posts, começando com este, que introduz o assunto, conta um pouco da história e seus criadores e objetivos.

Para Hix e Hartson (apud Heemamm, 1997), conceituaram usabilidade como a combinação da fácil aprendizagem, alta velocidade de execução de tarefas, baixa taxa de erros, subjetiva satisfação e retenção do conhecimento da interface, ou seja, o usuário mesmo depois de um bom tempo sem interagir com a interface, ainda se lembra de como usa-la. Já para Bevan (apud Dias, 2003) aponta “usabilidade” como sendo um termo técnico para referenciar a qualidade de uso de uma interface. De acordo com as normas ISO 9241, “usabilidade” é definida como “Efectividade”, Eficiência e Satisfação com que os usuários atingem os seus objetos em um determinado sistema.

Quando falamos de usabilidade, estamos nos referindo o quão bem os usuários podem utilizar os recursos do website ou software. “User Friend” (amigo do usuário) é um termo mundialmente conhecido para definir se uma interface ajuda o usuário, seja um website, software ou game. Porém, user friend é diferente de usabilidade, além de não ser uma definição baseada em termos científicos, ou seja, dizer que uma interface é user friend, não lhe dá substrato e métricas. É um termo vago, e muito abrangente.

Porém, Nielsen associou o termo usabilidade a cinco atributos de uma interface passiveis de mensuração, que seguem:

  • Facilidade de aprendizado;
  • Eficiência de uso;
  • Facilidade de memorização;
  • Baixa taxa de erros e
  • Satisfação subjetiva

Com esses atributos, torna-se possível medir o grau de usabilidade, além de se tornar um termo mais concreto. Dizer se uma interface tem alta ou baixa usabilidade é verdadeiro.

Nota-se que a usabilidade é um dos fatores mais importantes quando estamos falando de um software, website ou game. Pois o usuário primeiro deve entender a navegação da interface, antes de finalmente atingir o conteúdo, que no caso, é o que se está querendo vender. Winckler & Pimenta (2002) enumeraram alguns problemas clássicos que se pode ter em uma interface, que são:

Navegação: dificuldade dos usuários tem dificuldade em encontrar a informação desejada ou a funcionalidade. Não sabem como retornar a uma página anterior (no caso de um website) ou localizar uma funcionalidade de um software. A figura abaixo exemplifica um software com problemas de navegação:

Este software de conversão de arquivos de vídeo contém problemas de navegação. Note a aglomeração de botões, opções e campos para preencher. Dificilmente o usuário lembrará as posições das opções, e no caso de entrar em contato pela primeira vez, ele demorará para se adaptar a interface.

Recursos Multimídia: Uso excessivo de vídeos, imagens e cores na composição de um website. A figura ao lado mostra um website com este problema, apesar de não ser tão grave o problema dos recursos multimídia. Entre os problemas de recursos multimídia, pode-se citar o uso abusivo de cores, imagens, textos em destaque, fontes pequenas em excesso, etc).

Tecnologia: Incompatibilidade de Browsers, sistemas operacionais, hardwares (velocidade de conexão de internet). Muito comum entre softwares e games, porém, ainda há websites que se limitam muito entre browsers como Microsoft Internet Explorer versus Mozilla FireFox. A figura ao lado mostra um website acessado via FireFox, exigindo o Microsoft Internet Explorer. Certamente o website terá uma perda de visitas e possíveis consumidores.

No próximo post vamos começar a aprofundar mais sobre Usabilidade e bater um papo sobre Engenharia da Usabilidade. Este foi mais para introduzir o assunto para aquecer os motores para tal!

This entry was posted in In Portuguese and tagged , . Bookmark the permalink.

1 Comment

Leave yours!
  1. Natália
    at July 8, 2010, 11:59 am

    Muito bom e bem explicativo!

Leave a Reply

Please note that all fields are required. In order to keep the site clean and free of any subscription to comment, please do not post ads, no spam, no link dropping, no domain names. Your e-mail will not be published. All comments are moderated (they will appear shortly). rel="nofollow" in use: no page rank will be considered for links here. All fields are required. Thank you to share your thoughts :-)

*